Image for post

Foi confirmada a terceira fase do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe)..

Apelidado de Pronampe 3, ele foi anunciado nesta última quarta-feira (21), em transmissão ao vivo da Secretaria de Produtividade, Emprego e Competitividade.

Carlos Da Costa, o secretário da pasta, afirmou que “uma parte do programa terá duração indefinida”.

Segundo costa os programas públicos de crédito já atingiram R$ 109 bilhões por conta da pandemia da Covid-19.

Caixa, Banco do Brasil e Itaú estam entre as instituições financeiras que mais praticaram a modalidade de financiamento.

Mais de 50% das empresas que tomaram empréstimos pelo Pronampe não tinham histórico de tomada de crédito formal, segundo o secretário.

A terceira fase do Pronampe terá uma concessão de crédito maior, por conta do histórico de baixa inadimplência verificado nas edições anteriores.

Segundo o secretário, a alavancagem permitida será de quatro vezes e terá uma cobertura de 25% pela União.

A proteção contra perdas por devedores duvidosos fornecida pelo governo em fases anteriores era de 85%.

Nesta fase os juros cobrados também serão maiores.

A nova taxa não foi confirmada pelo secretário, mas ele garantiu que ela continuará com “um dígito”.

Hoje, os empréstimos via Pronampe são corrigidos pela taxa Selic (em 2% ao ano hoje) mais 1,25% sobre o valor concedido.

A terceira fase do programa será suficiente para atender a procura que falta de micro e pequenas empresas por crédito, assegurou o secretário.

Quer saber mais a respeito do PRONAMPE? Acesse o nosso site e nos siga nas redes sociais!

Site: www.camposecanale.com.br/imposto-de-renda-2020

Instagram: @camposecanale_contabilidade

Facebook: @CamposeCanale

Linkedin: Campos e Canale Assessoria Contábil Ltda

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store